Acompanhe Kiki Around the World pelo blog e deixe seus comentários para interagir com a gente.

Indonésia – Na estrada dos vulcões

Após visitar os templos partimos para uma longa viagem para ver os vulcões de Java. Longa não pela distância, mas sim pelas horas. Até a primeira parada em Cemorolawanga fizemos 11 horas de viagem em um minibus em apenas 375 km. Sem noção… Super lerdo! Isso porque na Indonésia não existem estradas e você tem que passar pelo caos de todas as cidades pequenas. No dia seguinte saímos os 4 da manhã para ver o nascer do sol do view point (Pananjakan) do vulcão Bromo, tivemos uma subida pesada de 20 minutos pra chegar lá esbaforidos mas valeu a pena, a vista com o nascer do sol foi de tirar o fôlego. Depois fomos na base do volcão e escalamos até o topo, mais um exercício de 40 minutos subindo e ainda tivemos uma tempestade de cinzas do vulcão na nossa cara. Nem o lenço e nem o óculos deram conta! Depois tivemos mais 6 horas de ônibus até o próximo vulcão, Ijen Creater, uma cratera com uma água super azul dentro devido os efeitos de emissão do sulfor. Lá tivemos que subir 3 km e pegamos uma chuva pesada, mais um belo exercício. Conhecemos na viagem um casal super simpático, Marcos (Inglês) e Kirsten (Canadense), com quem fizemos juntos a caminhada e de lá partimos todos em mais uma longa viagem de 9 horas até Bali: minibus + barco + ônibus lotado + taxi compartilhado super apertado = dois viajantes acabados (ups… 3 com o Kiki)! Uhuuu… Aventuras bem no estilo da Ásia. Chegamos finalmente na bagunça de Kuta (Bali) as 8 da noite, de barriga vazia sem almoço e sem hotel! Aha!

Comentários

  1. Maira Lucca 23 Out 2011 / 09:29 UTC / #

    Vcs não queriam aventura? huahuahauha…. demais as fotos! Saudades. Bjo

    • Carol 29 Dez 2011 / 12:18 UTC / #

      Deixei uma lembrança no seu FB hoje. Bjs

  2. Lucinda 23 Out 2011 / 15:06 UTC / #

    Que viagem! Que bom que vocês tem encontrado pessoas legais pelo caminho.

    • Carol 29 Dez 2011 / 12:19 UTC / #

      Fizemos vários amigos Lu. Muito legal. As pessoas sempre deixam as experiências ainda mais legais. Isso com certeza.